A corrupção que vem de fora

Nos últimos quatro anos muito se falou sobre corrupção, principalmente pelo que foi mostrado através da operação Lava Jato. Por dois longos anos a imprensa passou dias e noites mostrando casos de desvio de dinheiro público. Mais recentemente a Lava Jato ainda tem seu espaço, os casos de corrupção também, mas a pauta massiva e diária na imprensa perdeu sua força.

Os casos de corrupção aconteceram, foram multipartidários e assolou o país direta ou indiretamente. Em 2018 vivemos eleições gerais onde serão escolhidos os próximos governadores, deputados estaduais e federais, senadores e o presidente. O assunto é presente em todos os debates e sabatinas, muito se cobra dos candidatos majoritários posições sobre corrupção e seu combate efetivo.

Mas o que pouco se fala e sobre a responsabilidade do eleitor nesse processo. A corrupção só acontece porque há alguém que a aceita e porque há alguém que a inicia. É comum em ano de eleição denúncias de candidatos que compram votos em troca de telhas, consultas médicas, uns trocados e até dentaduras. Casos assim só acontece porque há quem faça o pedido e há quem queria o poder e aceite fornecer as “regalias” em troca de votos.

Ao contrário do que está estigmatizado entre a população, a corrupção não acontece apenas em atos nos porões dos palácios em Brasília ou em cabinetes de alto comando de estatais brasileiras como mostrou a Lava Jato nos últimos anos. Ela acontece diariamente do lado de fora e em tempos de eleição parecem se multiplicar aos quatro cantos do país.

O processo de mudança da política brasileira passa muito pelos cidadãos e em larga medida pela conscientização e educação dos eleitores. Sem isso o processo de renovação tão esperado por muitos ficará estagnado como o país que há muito é cravado como o país do futuro, mas que não consegue resolver nem seus próprios problemas sem gerar crises que arruínam a vida do cidadão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.