Eleito governador, Coronel Marcos Rocha fala em corte de gastos e combate à corrupção

cel-marcos-rocha-marindia-1-

Por: G1 RO

O governador eleito de Rondônia, Coronel Marcos Rocha (PSL), disse em entrevista a Rede Amazônica nesta segunda-feira (29) que vai reduzir o número de gastos do estado e de secretarias. Ele também apontou que o foco de seu governo é combater a corrupção em todos os setores.

Marcos afirmou que vai divulgar, ainda nesta semana, os possíveis nomes que farão parte da transição do novo governo e prometeu que está fazendo tudo com cautela “para que comece em paz e tranquilo”.

“Vamos sim montar uma equipe de transição forte, multidisciplinar até, para que a gente consiga levantar cada detalhe de cada secretaria”, citou o coronel.

Questionado sobre o futuro da quantidade de secretarias no estado, Marcos Rocha ressaltou a redução de custos, destacando que as possibilidades para a criação de novos órgãos é remota.

“O que a gente vai fazer é reduzir. Nós estamos sozinhos aqui em Rondônia”.

Estado sem corrupção

Outro ponto apontado por Marcos durante a entrevista é o combate à corrupção. O coronel citou ter conversado brevemente com o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), logo após a divulgação do resultado do segundo turno, sobre os caminhos futuros do governo.

“Conversamos via WhatsApp e ele estava muito feliz. Disse que vamos manter tudo o que estamos fazendo. Disse ainda ‘Coronel, a questão principal que a gente tem que adotar no Brasil e nos estados é o combate à corrupção’. Vamos afastar esse mau o quanto antes do meio da área pública”, ressaltou.

Ainda sobre o presidente eleito, Marcos Rocha acredita que a eleição dele se deveu, também, pela influência de Bolsonaro. “Eu falei no Bolsonaro muitas vezes. A gente tem que divulgar o nome dele o máximo que nós pudermos. O nome dele é forte no Brasil”, citou o novo governador.

Sobre o cenário atual das contas do estado ilustrado no raio-x do Tribunal de Contas, Marcos disse que vai analisar tudo o que aconteceu dentro de um ano para resolver possíveis problemas, já que os gastos são referentes ao ano passado.

O coronel apontou também a amplificação das estradas, principalmente da BR-364, bem como o uso da engenharia dos quartéis para o trabalho.

Governador eleito

Coronel Marcos Rocha (PSL) foi eleito governador de Rondônia para os próximos quatro anos. Ele terá Zé Jodan (PSL) como vice-governador. Com 100% das urnas apuradas, o candidato recebeu um total de 530.188 votos (66,34%).

Atualmente com 50 anos, Marcos Rocha é natural do Rio de Janeiro (RJ). Ele nasceu em 3 de agosto de 1968 e está casado com Luana Oliveira Santos. Ele tem dois filhos.

O novo governador de Rondônia ingressou na carreira militar em 1989, quando foi aprovado em concurso público da PM do estado. O candidato eleito também já foi diretor de escola militar em Porto Velho e secretário municipal de educação na capital.

Em dezembro de 2014 ele assumiu o cargo titular na Secretária de Estado da Justiça (Sejus) e seguiu na pasta até 2017. Marcos Rocha também já foi professor da Universidade Federal de Rondônia (Unir) e em em uma faculdade particular da capital.

Esta é a primeira vez que ele concorre a uma vaga no poder executivo. No primeiro turno da eleição, Marcos Rocha obteve 183.691 votos totalizados (23,99% dos votos válidos). Ele disputava o segundo turno contra Expedito Junior (PSDB).

Propostas:

  • Agilidade na produção de moradias, com a participação responsável da iniciativa privada e apoio dos agentes promotores e financeiros.
  • Articulação com os prefeitos para criação de programas de geração de empregos, renda e oportunidades.
  • Garantia de conclusão das obras já em andamento, como hospital de Guajará-Mirim e Ariquemes.
  • Promoção dos valores culturais, ecológicos, gastronômicos dentre outros que possam gerar fluxo Nacional e Internacional de turismo no estado.
  • Melhorar a remuneração aos professores.
  • Investimento público em Tecnologias da Informação – TI (na saúde).
  • Fazer novo modelo de gestão da saúde baseado na criação de integração de redes.
  • Redução da violência e da criminalidade será uma das maiores prioridades do nosso governo.


Resultado do segundo turno

  • Coronel Marcos Rocha (PSL) – 530.188 votos (66,34%)
  • Expedito Junior (PSDB) – 269.032 votos (33,66%)
  • Votos nulos – 61.491 votos (6,97%)
  • Votos brancos – 21.123 votos (2,40%)
  •  Abstenções – 293.339 eleitores (24,96%)

——–

Visite as nossas páginas no FacebookTwitterInstagramFlipboard SoundCloud!

Entre em contato com o Direto da Redação, mande sua notícia com fotos e vídeos, críticas ou elogios pelo WhatsApp: (69) 98108-7293

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s