Bolsonaro em vídeo: “65 anos para aposentar é falta de humanidade”

Em um vídeo antigo que viralizou nas redes sociais nesta sexta-feira (15), o Presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), aparece dizendo que estabelecer 65 anos como idade mínima para aposentadoria é uma “falta de humanidade”.

O vídeo foi gravado na época em que Bolsonaro ainda era deputado federal, mas não há detalhes sobre a data da gravação.

“A expectativa de vida no Nordeste tá na casa dos 70 anos de idade. Querer aprovar uma reforma com 65 anos é, no mínimo, uma falta de humanidade. Querer uma contribuição de 49 anos, isso é um crime. Geralmente, os mais humildes estão, sim, concentrados na região Nordeste. Tanto é que a expectativa de vida entre as cinco regiões do Brasil, a menor é daqui. É uma maldade com o povo nordestino”, disse Bolsonaro.

Veja o vídeo

Na quinta-feira (14), o chefe do Executivo bateu o martelo sobre as idades mínimas para a reforma da Previdência em reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e com o secretário especial da Previdência, Rogério Marinho.

O presidente concordou com a proposta da equipe econômica de estipular aos 65 anos a idade para os homens se aposentarem e aos 62 para as mulheres. Ainda de acordo com Marinho, a transição entre o modelo atual e o novo será de 12 anos.

——————

Visite as nossas páginas no FacebookTwitterInstagramFlipboard e SoundCloud!

Entre em contato com o Direto da Redação, mande sua notícia com fotos e vídeos, críticas ou elogios pelo WhatsApp: (69) 98108-7293


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.