Globo é pivô da saída de Bebiano do Planalto

Apesar da versão oficial, de que Gustavo Bebiano (PSL) foi retirado do cargo por conta do escândalo com supostas laranjas usadas nas eleições de 2018 pelo partido o que levou a exoneração do agora ex-ministro, foi outra coisa que o tirou do núcleo duro do governo.

O presidente Jair Bolsonaro se mostrou contrariado e alegou quebra de confiança ao saber que na agenda de Bebiano havia um encontro com o vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Globo, Paulo Tonet Camargo.

Bolsonaro alega que a Globo é inimiga, em áudio ele expressa: “Como você coloca nossos inimigos dentro de casa?”.

Paulo Tonet Camargo, o executivo do Grupo Globo, seria recebido na última terça-feira, no Planalto. O encontro foi cancelado.

O Grupo Globo em nenhum momento falou sobre o tema e continua a alegar que o escândalo relevado pela Folha de São Paulo é o centro da saída de Bebiano do quarto andar do Palácio do Planalto.

Desde que venceu Bolsonaro, apesar de dizer que iria se afastar da grande mídia, teve uma aproximação especial com a Rede Record, do Bispo Edir Macedo, a aproximação vem da afinidade com a pauta evangélica do dono da Record TV e a clara intervenção do tema em seus jornalísticos.

——————

Visite as nossas páginas no FacebookTwitterInstagramFlipboard e SoundCloud!

Entre em contato com o Direto da Redação, mande sua notícia com fotos e vídeos, críticas ou elogios pelo WhatsApp: (69) 98108-7293

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.